sábado, 20 de abril de 2013

O poder da atração feminina exige responsabilidade


Todo mundo já desconfiava, mas agora existe um estudo comprovando: os homens prestam menos atenção às notícias quando a apresentadora é atraente demais. Eles podem até deixar de zapear pelos canais para assistir ao programa da bonitona, mas não se lembram de quase nada do que ela falou. A rede de TV pode até ficar feliz com os índices de audiência trazidos pela bela apresentadora (ou pelas pernas dela), mas a população masculina deixa de ganhar informação. O estudo, feito por duas pesquisadoras da Universidade de Indiana, diz que a “ênfase na aparência sexy das apresentadoras dificulta a memorização do conteúdo noticioso”. Segundo elas, os mecanismos cognitivos dos homens favorecem o processamento da informação visual em prejuízo da informação verbal. E aí, algum homem se reconhece nessa descrição? Como mulher, posso dizer que já desconfiava de uma certa dificuldade dos homens de manter uma conversa, por exemplo, diante de um belo par de peitos ou coxas. Agora também sei que essa dificuldade se mantém quando a beleza está na TV e o sujeito até acha que está prestando atenção!

Para chegar a essa conclusão óbvia, as pesquisadoras Maria Elizabeth Grabe e Lelia Samson gravaram duas versões do mesmo telejornal com a mesma apresentadora, uma jovem de 24 anos. Na primeira, ela estava vestida de maneira sensual, com um blazer acinturado, uma saia que acentuava suas curvas, colar e batom vermelho. Na segunda, vestia um conjunto de blazer e saia largos e nada de maquiagem ou acessórios. Nas duas versões, a apresentadora foi filmada do meio da coxa para cima e anunciou as mesmas notícias. Então, as pesquisadoras dividiram aleatoriamente 400 voluntários, homens e mulheres, entre as duas versões do telejornal. O público depois teve que responder a quatro questões de múltipla escolha sobre a aparência da apresentadora e dez questões sobre o conteúdo das notícias. Os homens se lembravam menos quando a apresentadora estava vestida de maneira sensual – porque a informação visual tomava o lugar da informação verbal. [...]

(Mulher 7x7)

Nota: Outra notícia, publicada no site R7, informa que uma dentista de Munique “anestesia” seus pacientes masculinos exibindo decotes generosos. Ela garante que quanto maior o decote da dentista, menos medo os pacientes sentem. Um dia, ao participar de uma Oktoberfest (a famosa festa de cerveja local), Marie notou que o decotão do vestido Dirndl (roupa tradicional das alemãs) atraía os olhares dos homens presentes. Ela então resolveu vestir suas funcionárias com a roupa típica e, assim, “anestesiar” os pacientes já na recepção. “A visão de decotes deixa os pacientes sedados e distraídos da dor bem mais rápido”, diz a dentista. Essas notícias devem levar os cristãos (especialmente as cristãs) a considerar o poder e a responsabilidade que têm. A poder de atração mútua entre os sexos é criação divina, mas o uso abusivo e indevido desse poder, aplicado sobre todas as pessoas que nos veem, é irresponsável e pode estimular pensamentos impróprios. Jesus disse que o adultério pode ser cometido ainda na mente, quando se alimentam pensamentos lascivos (cf. Mt 5:28). Sabendo disso, temos que cuidar para não facilitar as coisas para os adúlteros e adúlteras de plantão.



Deus abençoe.
comente!
seu comentário é muito importante para nos,

Nenhum comentário:

Postar um comentário

;