segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Apego a Cristo

Seu Guia Diário:
 
Apego a Cristo
Leia Romanos 8.35-39
Porque eu estou bem certo de que nem a morte, nem a vida, nem os anjos, nem os principados, nem as coisas do presente, nem do porvir, nem os poderes, nem a altura, nem a profundidade, nem qualquer outra criatura poderá separar-nos do amor de Deus, que está em Cristo Jesus, nosso Senhor. Romanos 8.38-39
......................
Eu não fui criado em uma família que frequentava a igreja. Meu verdadeiro relacionamento com Cristo começou em 1972, quando alguns de meus colegas de faculdade, fanáticos por Jesus, delicadamente me persuadiram de que Cristo deveria assumir uma posição central em minha vida. Ainda assim, as distrações me dificultam viver esse preceito. O que me sustenta é o apego a Cristo por meio de recursos como o No Cenáculo. Pelas coisas que leio aqui, convenci-me de que nosso "apego" nos trará oportunidades para servir e sentir a satisfação do nosso relacionamento com Cristo. Uma dessas oportunidades chegou para mim em 1980, quando eu me despedia de meu pai, que estava morrendo do mal de Lou Gehrig. Eu queria lhe oferecer paz. Li Romanos 8.35-39 para ele. Em um mês, ele tinha partido, mas antes de morrer, minha mãe me escreveu uma carta que também me trouxe paz. Ela me disse que papai tinha se sentido confortado pelas palavras de Romanos que eu havia lido para ele. Também estava feliz por eu ter vindo a conhecer Cristo por minha própria conta. Mas na verdade não foi por conta própria; foi pela consciência e desejo de me apegar a Cristo plantados em mim pelas ações amorosas de pessoas que se preocuparam comigo.
Oração: Amado Pai, mostra-nos como podemos trazer paz aos outros e encontrar paz para nós mesmos. Em nome de Jesus. Amém.
Pensamento para o dia: O apego a Cristo nos fortalece para partilhar o seu amor.
Oremos pelos doentes terminais.
Deus abençoe.
comente!
seu comentário é muito importante para nos,



Nenhum comentário:

Postar um comentário

;