quarta-feira, 17 de outubro de 2012

As desculpas


Seu Guia Diário:
As desculpas
Leia Efésios 4.29-32
Não saia da vossa boca nenhuma palavra torpe, e sim unicamente a que for boa para edificação, conforme a necessidade, e, assim, transmita graça aos que ouvem. Efésios 4.29
......................
Irrefletidamente, eu tinha falado duro com uma balconista. Ela não tinha feito nada de errado; era apenas uma pessoa conveniente sobre a qual eu podia soltar minha frustração. Quando saí da loja, me dei conta de que tinha me comportado muito mal. Lembrei das vezes em que tinha sido tratado de modo semelhante. Alguns clientes parecem supor que os vendedores são recipientes, sem nome e sem rosto, da nossa raiva e irritação. Fiquei envergonhado. Compreendi que tinha agido assim com uma pessoa. Após alguns momentos, voltei à loja e pedi desculpas por meu comportamento. O rosto da vendedora passou de bravo a surpreso. Ela sorriu e me agradeceu por voltar. As Escrituras nos falam do amor de Jesus por todas as pessoas. Eu tinha acabado de tratar alguém mal e o Espírito Santo me mostrou imediatamente que o que eu tinha feito era errado. Era preciso algum ato de arrependimento. No caminho de volta para casa eu louvei a Deus por me amar o bastante para me corrigir quando eu erro. Ver a vendedora como uma pessoa de Deus me ajudou a ver o quanto eu estava errado em mostrar desrespeito. Eu quero sempre mostrar graça no modo como falo aos outros. 
Oração: Amado Deus, ajuda-nos todos os dias a afirmar o valor e dignidade dos que nos cercam por meio de nossas palavras e ações. Em nome de Jesus. Amém.
Pensamento para o dia: Honre a presença de Deus em cada um que você encontrar.
Oremos pelos balconistas.
Deus abençoe.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

;